Cusco é um símbolo do poder humano, o mundo intermediário entre o cosmos e a Pachamama. Suas paredes de pedra e ruas misteriosas fazem lembrar que foi a antiga capital do Império Inca. Conta com vários atrativos: monumentos, casas, conventos, museus que guardam arte e riqueza histórica. Os incas reverenciavam como “el ombligo del universo”, e surgiram, daí, as estradas que unem seu vasto império. Descubra a cidade mágica através dos suntuosos palácios e praças que parecem intactos apesar dos anos. A partir daqui, as maravilhas naturais e culturais de Machu Picchu e do Vale Sagrado tornam-se acessíveis.
Arequipa conhecida como a Cidade Branca por suas construções em sillar (pedra vulcânica branca), Arequipa é uma das cidades históricas mais belas do Perú, e que recebeu o título de Patrimônio Cultural da Humanidade. A Catedral, o Monastério de Santa Catalina (quase uma pequena cidade, comruas e praças construídas para abrigar as filhas das famílias espanholas mais distintas que tinham vocação religiosa); são alguns de seus principais atrativos turísticos.
 
Pode-se observar o famoso vulcão Misti, através do Mirante de Yanahuara, e também o Cañon del Colca, vale que conta com uma grande diversidade de flora e fauna em sua forma natural, além da presença de llamas, alpacas e condores em seu habitat natural. Estar em Arequipa é uma excelente oportunidade para desfrutar da gastronomia local que é considerada uma das mais populares do Perú.
 

Dia 1.- Lima

Chegada a Lima, traslado ao hotel

Dia2.- Lima – City Tour

Visita à cidade para apreciar seus mais imponentes edifícios como a Plaza Mayor ou Casa de Pizarro, onde encontra-seo Palácio do Governo, o Cabildo, a Catedral, o Palácio Arzobispal, o Convento de San Francisco, jóias da arquitetura do século XVI.
Na parte moderna da cidade, está o exclusivo distrito de San Isidro, o novo coração financeiro da cidade, onde se pode apreciar Huallamarca. Em Miraflores, encontra-se o Parque do Amor, ponto com excelente vistado Oceano Pacífico.

Dia 3.- Lima – Cusco – City Tour – Fortaleza de Saqsayhuaman 

Voo de manhã para Cusco e traslado ao hotel à tarde começa a visita a Cusco, a antiga capital do Império Inca, declarado Patrimônio da Humanidade pela UNESCO em 1983. Um dos destinos mais importantes do Perú. Suas ruas e seus edifícios construídos totalmente de pedras,como o Koricancha - o Templo do Sol -, onde aprecia-seo grande trabalho que os incas realizavam no palácio de Roca, com edifícios coloniais e de estilo barroco andino, como a Catedral e a Igreja da Compañia, com seu delicado trabalho e impressionantes altares de madeira talhada. Na sequência, a visita às gigantescas muralhas da fortaleza de Sacsayhuaman. Há poucos quilômetros, os lugares arqueológicos de Qenko, Pukapukara e  Tambomachay.

Dia 4- Cusco – Machu Picchu (Cidade Perdida dos Incas)

Durante o percurso de trem para Machu Picchu temos uma impressionante vista da paisagem do Vale Sagrado de Urubamba. O complexo enigmático de Machu Picchu, o legado mais importante e bonito dos antigos peruanos, é parte do Santuário Histórico com o mesmo nome, que é um dos poucos lugares nas Américas, tanto do Patrimônio Cultural e Patrimônio Natural pela UNESCO, na atualidade, parte das Novas Maravilhas do Mundo. Encontra-seem cima de uma montanha e complementa a exuberante natureza que a rodeia, criando um lugar único. O retorno passa pelo parque Ollanta ou de Poroy antes de voltar ao hotel.

Dia 5- Cusco – Valle Sagrado

No Vale Sagrado dos Incas, há uma hora de Cusco, chega-se ao colorido mercado de artesanato de Pisac, com tempo livre para compras. Em Urubamba uma parada para um almoço. Finalmente, Ollantaytambo, povoado de origem inca com notável canal de irrigação e ruas de pedras. Neste povoado encontra-se um impressionante centro cerimonial de culto d´agua e uma fortaleza que protegia o acesso ao vale. Ollantaytambo, seguindo um dos caminhos Inca, uma espetacular rede de trilhas que rodeiam as geleiras, rios e paisagens. Esta é uma das melhores rotas de trekking do mundo, porque através dela, encontram-se impressionantes sítios arqueológicos e zonas ricas em espécies únicas de flora e fauna.

Dia 6.- Cusco – Puno 

Transferir para Puno de ônibus, vôo ou trem. O serviço se inicia com a recepção na estação de trem ou ônibus e aeroporto de Juliaca e transporte ao hotel em Puno.

Dia 7.- Puno - Tour Lago Titicaca, Ihas Flutuantes de Uros Y Taquile

Saindo do hotel ao porto de Puno, uma lancha leva os turistas para as ilhas dos Uros, também chamados “El Pueblo del Lago” (O povo do lago). Estas ilhas são construídas com capas de totora (folhas de junco) e servem como moradia e centros comerciais para os nativos, que compartilham suas experiências ancestrais. Logo a viagem prossegue, de barco, para aIlha de Taquile, onde a comunidade recebe amavelmente os turistas, com suas tradições, costumes e vestidos coloridos.Os habitantes da ilha são hábeis artesãos e em cada trabalho aplicam técnicas ancestrais.
Andando por aldeias e caminhos de pedra, encontraremos os indígenas que, orgulhosos da sua cultura e de sua origem, nos convidam a apreciar a beleza da paisagem na imensidão do Lago Titicaca. Ao meio dia desfrutaremos da deliciosa culinária nativa. A seguir, uma caminhada pela ilha explorando suas ruas e observando suas “casas de adobe”, em contraste com a natureza.

Dia 8.- Puno

O próximo destino é anecrópolis Inca (Sillustani),onde encontram-se as famosas Chullpas -torres funerárias circulares construídos de pedra com 12 metros de altura,que foram utilizadas pelos Collas e Incas. A continuação, caminhando lentamente chega-se no topo das torres para apreciar a lagoa Umayo, que oferece uma maravilhosa paisagem.

Dia 9.- Puno – Arequipa  – City Tour

 
Vôo ao Arequipa, Traslado ao hotel. À tarde, city tour e visita ao Monastério de Santa Catalina começando com a ida ao mirante, onde pode-se apreciar os três vulcões que rodeiam a cidade Branca de Arequipa: Misti (5.800 m), Chachani (6.000 metros) e Pichu Pichu(5.300 metros), assim como a linda campina, com seusterraços e a praça principal da igreja e claustros do tradicional bairro colonial de Yanahuara,com suas amplas ruas e casas típicas feitas com pedra sillar branca (típica da região)e rocha vulcânica, que são a razão de Arequipa  levar o nome de “Ciudad Blanca”.
Continuando, o percurso passará pelo centro histórico, declarado pela UNESCO Patrimônio da Humanidade e, após, ao Convento da Compania de Jesús, erguida pelos jesuítas, a máxima expressão da arquitetura religiosa em que se destaca sua igreja (1573), com arcos esculpidos em pedra de sillar vulcânica típica. Finalmente chega-se ao Monastério de Santa Catalina (1580).
 

Dia 10.- Arequipa – Cañon del Colca (D)

 
Excursão a Chivay. A viajem começa em Yura, onde se observa a cultura e a paisagem local. Em volta do vulcão Chachanifica a Reserva Nacional de Salinas, lugar para apreciar o hábitat natural dos mais famosos camelídeos sul americanos: a vicunha. Uma breve parada em Patahuasi (cidade situada na parte superior da montanha) para desfrutar de uma xícara de chá de coca antes de continuar a viajem aos pântanos,onde observa-se diferentes espécies de aves - locais e migratórias -, de acordo com a temporada. Segue-seaté Patapampa, o ponto mais alto do trajeto, a aproximadamente 4800m, também conhecido como o Mirante dos Andes. Aqui pode-se ver diferentes vulcões como Mismi, Hualcahualca, Ampato Sabancaya, Ubinas y Chachani.
 

Dia 11.- Cruz do Condor – Arequipa (D)

 
Após o café da manhãiremos até o Mirante da Cruz do Condor, onde se pode observar o majestoso voo dos condores e a profundidade do cañón (um dos mais profundos do mundo). Segue-se, após, à visita aos povos de Chivay Pinchollo, Maca, Achoma e Yanque, com seus diversos grupos de bailarinos e igrejas coloniais.
 

Dia 12.- Arequipa – Lima – Rio de Janeiro

Vôo de volta a Lima para conexão Rio do Janeiro